Pichações de Leminski em São Paulo: "Poesia Pichada" e "Matéria é Mentira"

Muro pichado com poemas de Paulo Leminski
Créditos ao site "O Guia Verde", que registrou.

6 comentários:

  1. Aviso ao pichador: sonhador és, sr.romântico!
    Legal esse blog!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. que delícia teu blog!

    e viva o poeta Leminski.


    abraços

    ResponderExcluir
  3. Grande Leminski.
    Em 7 de junho de 1989, morre Paulo Leminski.
    "Cumpri meu serviço militar na poesia concreta" (No Auditório Paulo Garfunkel, Biblioteca Pública do Paraná, 1985)
    Ao "cachorro louco" , "samurai malandro" todo o meu carinho.
    Emele

    ResponderExcluir
  4. Por meses a pichacao ficou ali, escancarada na entrada da Letras da FFLCH. Pra toda a USP ver.

    (Como antes, a uns 20 passos, estava a lixeira, pichada. Poema outro, o qual, velhota, nao lembro.)

    Dai, numa manha qlqr, tb a tinham apagado.

    Triste.

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget
Este é apenas um acervo de poemas de Leminski encontradas na internet, com objetivo de divulgar a obra poética deste maravilhoso poeta. Compre os livros!