Pichações de Leminski em São Paulo: "Poesia Pichada" e "Matéria é Mentira"

Muro pichado com poemas de Paulo Leminski
Créditos ao site "O Guia Verde", que registrou.

6 comentários:

  1. Aviso ao pichador: sonhador és, sr.romântico!
    Legal esse blog!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. que delícia teu blog!

    e viva o poeta Leminski.


    abraços

    ResponderExcluir
  3. Grande Leminski.
    Em 7 de junho de 1989, morre Paulo Leminski.
    "Cumpri meu serviço militar na poesia concreta" (No Auditório Paulo Garfunkel, Biblioteca Pública do Paraná, 1985)
    Ao "cachorro louco" , "samurai malandro" todo o meu carinho.
    Emele

    ResponderExcluir
  4. Por meses a pichacao ficou ali, escancarada na entrada da Letras da FFLCH. Pra toda a USP ver.

    (Como antes, a uns 20 passos, estava a lixeira, pichada. Poema outro, o qual, velhota, nao lembro.)

    Dai, numa manha qlqr, tb a tinham apagado.

    Triste.

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento

    ResponderExcluir

Este é apenas um acervo de poemas de Leminski encontradas na internet, com objetivo de divulgar a obra poética deste maravilhoso poeta. Compre os livros!