[a palmeira estremece] (Paulo Leminski)

 a palmeira estremece
palmas pra ela
  que ela merece

9 comentários:

  1. Marta Saba Mackeldey19 de fevereiro de 2010 04:45

    Leminski é adorável. Haikais lidos, jamais esquecidos:o seríssimo "nada me demove" (rs), "acordei bemol", "amor bastante" (lindo!), "um bom poema", "bem no fundo", tantos, tantos, tantos...

    ResponderExcluir
  2. e dalheeeeee felipaaaaaaoooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. EU ADOREI PALMAS PARA ELE

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela iniciativa de divulgar esse grandioso poeta!...Adorei!!! Quando quiser dê uma passadinha no meu blog, seria uma honra!...Mais uma vez parabéns e sucesso!

    ResponderExcluir
  5. eu só queria saber, o que significa esse poema ;s

    ResponderExcluir
  6. Não tem significa, isso é pura rima, sem sentido, isso não é poesia

    ResponderExcluir
  7. Muito ruim.
    Nada a ver.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget
Este é apenas um acervo de poemas de Leminski encontradas na internet, com objetivo de divulgar a obra poética deste maravilhoso poeta. Compre os livros!